SEGUIDORES

A decadência do ensino escolar no Brasil.




Sou da época em que professores eram respeitados. Alunos cantavam o Hino Nacional, duas vezes no dia. Na entrada e no recreio. Ensino que tinha EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA. Da minha época e anterior, um primário ensinava mais que os CURSOS SUPERIORES (superiores não sei em que....rsrsr).

Converse com quem tem mais de 60 anos, que só fez o primário, quando no muito o GINASIAL (antigo.... foi até 1971). Vai ter uma surpresa no conhecimento destas pessoas, especialmente na LÍNGUA PORTUGUESA.

O que mudou? Em primeiro lugar, a educação familiar. Atribuo a isto a necessidade do casal ter que trabalhar e a criança ser criada por terceiros ou pela “escola”. Sempre menciono que a formação de uma pessoa, se dá até os primeiros sete anos de vida. Os pais, não são então  de todos culpados, exceto no fato de ...... familiar (largar família).

Em segundo lugar, talvez em função da primeira opinião e da LIBERTINAGEM (confundido com LIBERDADE...). Parece que o curriculum no contexto escolar, que deveria ser uma padronização do conhecimento a ser ensinado, ficou relegado a SEGUNDO PLANO. Uma boa parte dos “mestres/professores” (se é que podem ser chamados assim), sem generalizar, estão preocupados em PREGAR IDEOLOGIA, o que deveria ser proibido e o “educador” punido (até preso). Observe, antes de criticar, que não estou falando em gênero. Recentemente, até com envolvimento do MEC, a IDEOLOGIA DE GÊNERO para CRIANÇAS (um crime); depois DOGMAS de igrejas, quando deveria ser ensinado RELIGIÃO, o Livro Sagrado; depois a IDEOLOGIA COMUNISTA/SOCIALISTA.

Voltamos então na primeira questão... A FAMÍLIA é excluída, a RELIGIÃO também. O que esperar então dos nossos jovens ? Nesse ponto SOU TENDENCIOSO MESMO, a base para pessoas de bem, não pode ser fora da FAMÍLIA e da RELIGIÃO, coisas que são contrárias a ideologia comuna/social. Tendencioso, pois isto não é coisa do bem e o quadro está aí para comprovar (e provar).
Meu pai e minha esposa, foram professores, em uma época em que tinham respeito. Os alunos se levantavam quando o professor chegava. Hoje, os alunos (sem generalizar) se levantam para agredir o professor. A culpa de boletim ruim, é do professor (HOJE)...
Por fim, desafio alguém falar do ensino nas escolas MILITARES (HOJE), então, nem tudo está perdido. Não concorda, então busque no GOOGLE e veja matérias (fontes fidedignas) sobre essas escolas.

Moacyr Luiz da Silva.



INSCREVA-SE NO CANAL !  OBRIGADO !

FAKE OU CHARGE ?




De tantas notícias veiculadas em redes sociais (e até na mídia), difícil e ingente tarefa em saber se é fato ou não (verdade ou não).

Tem formas em saber se é falso ou verdadeiro, uso normalmente Google para ver a publicação se é de fonte fidedigna. Também utilizo o site E-FARSAS = http://www.e-farsas.com/

Por outro lado, tenho observado também que existe uma “fobia”, ou intenção de generalizar tudo. Principalmente quando se envolve questões políticas. Percebo uma tendência em querer dizer que TUDO É FAKE.

Bom, para quem me acompanha, tenho demonstrado algumas notícias falsas. É bom avisar amigos, como também é bom ser avisado, para evitar repassar FAKES DE FATO.
Por que estou dizendo isto? Para perguntar o seguinte: DEFINA FAKE e DEFINA CHARGE/PIADA.

Segundo minha “ignorância”, eu penso que FAKE é AFIRMAR que um post, ou uma fala É VERDADEIRA, quando realmente não foi dita, ou quando não faz o perfil do criticado.
Eu gosto de fazer CHARGES, como não domino completamente desenho, utilizo MONTAGENS de fotos (ou até de desenhos), sempre na PERSONALIDADE DO CRITICADO. Não é verdade, mas NÃO É MENTIRA...rsrsrssr, entenderam ou querem que eu desenhe ?  rsrsrsrs

Para desenhar charges tem que ter conhecimento e definição dos desenhos, que tornam os chargistas conhecidos só no olhar das suas imagens. Aqui vai um abraço para um dos maiores chargistas que considero (e é meu amigo), o ROQUE SPONHOLZ.
Pois bem, para os desavisados, quando ver um post, sem que esteja afirmado TER SIDO FATO/VERDADE, trata-se de apenas uma crítica, piada, charge...

Realmente, como muitos dizem, é difícil lidar com Redes Sociais.
Vou dizer o que eu faço : 1º - Não fico “ameaçando” em sair do FB (ou outra rede social);
2º - O que não gosto, eu oculto (simples assim);
3º - Jamais deixaria uma amizade por uma opinião divergente. Isto é coisa de moleque/criança birrenta.
  - Sair da Rede Social ? Nem pensar, mesmo que MUITOS QUEIRAM MINHA SAÍDA.

Um exemplo de crítica que eu fiz (das muitas...), ver imagem.

MAGO MERLIN – O OBSCURO SEIXAS

CRITICAS, SARCASMO, IRREVERÊNCIA ...

Direito de criticar é prerrogativa constitucional assegurada
O direito à crítica, à ironia e ao mau gosto
As opiniões veiculadas, ainda que de caráter mordaz, irônico ou mesmo de algum mau gosto - um critério subjetivo - fazem parte do jogo democrático.

http://www.intervozes.org.br/direitoacomunicacao/?p=24784
Faço minhas as palavras do meu amigo e GRANDE ROQUE SPONHOLZ:
“Abomino áulicos e covardes. Sou criativo: Crio brigas, confusões e não fujo delas.”

PÁGINA EM MANUTENÇÃO X APRIMORANDO



Não estou ausente de publicações, apenas aguardando um amigo a repaginar meu Blog. Ele é um excelente Webe Designer, muito criativo. Vamos ter boas novidades. AGUARDEM !

O nome do profissional é ROGÉRIO FRANZINI (está no Facebook). É músico (banda Cover do Creedence e banda com músicas autorais), já toquei com ele. Sou cliente dele e ele é meu cliente..... fazemos "escambo"...rsrs, além de tudo, é meu amigo/irmão.

Recomendo o trabalho dele !

INSCREVA-SE NO CANAL



Desculpe, Sr. da esquerda....

  Em poucos dias do ano (2022), já tive dissabor com a ESQUERDA. Questão de alguns anos, estava em grupo que era para ser apenas sobre CULTU...