SEGUIDORES

AGÊNCIA REGULADORAS.

 

Gostaria de saber para que serve.

Sugiro aos órgãos públicos, em especial Presidência da República e Ministério da Economia, que investiguem os órgãos.

Vejam NA NET, a LEGISLAÇÃO (burra, pois lei e justiça para mim, prevalece a LÓGICA), favorece as concessionárias e não aos usuários.

Então por que existir? Veja a economia que o governo teria, EXTINGUINDO-AS.

Um simples exemplo (mas acontece com todas), quanto a energia elétrica. A legislação DELES (até a ANEL corrobora, mencionando a lei que a concessionária tem um prazo para RESOLVER). Quero dizer, no caso de empresa (pequenas empresas), diante de um sinistro elétrico, a lei diz que eles têm tantos dias úteis (acho que cinco), para vir até o local. Depois mais tantos dias úteis para analisar e autorizar, mediante LAUDOS. Resumindo tudo isto, leva (sem sombra de dúvidas e sou prova com documentos), no mínimo 30 dias. Como pode um escritório ficar 30 sem trabalhar para resolver um sinistro? NÃO TEM LÓGICO ALGUMA.

Do que estou falando (infelizmente tenho que falar do que tenho em mãos (documentos e arquivos), mas serve para a população e empresas em geral em todo o Brasil).

Bom, como não pode ser uma crítica sem ser CONSTRUTIVA, eu sugiro que todos os órgãos REGULADORES, tenham acesso ao foco e não apenas nas informações das concessionárias. Por exemplo (da energia elétrica), terem acesso de quantos apagões durante o mês, mas não por informação da CONCESSIONÁRIA[M1] .

Investiguem... vão chegar à conclusão que seria UMA ECONÔMIA EXINTINGUIR ESTES ÓRGÃO REGULADORES, ou que eles INVISTAM para saber da real situação, para defender o CONSUMIDOR.

 Matéria que publiquei em janeiro/2018:

No artigo 210 da ANEEL (Resolução Normativa ANEEL Nº 414 DE 09/09/2010), diz que a concessionária poderá se eximir-se do ressarcimento quando o consumidor providenciar, por sua conta e risco, a reparação do(s) equipamento(s), sem aguardar o término do prazo de inspeção de 10 (dez) dias corridos, contados a partir da data do protocolo de solicitação.

 

1 º - Estamos falando de Pessoa Jurídica, em especial prestadores de serviço (contabilidade).

 

2º - A Concessionária (para não generalizar, tenho que falar do que está próximo... A COPEL), tem 10 dias para inspecionar. Em meu caso, sempre usaram o último dia (dos 10) e até passaram (13 dias).

 

3º - Depois da inspeção, usando de toda burocracia, laudos, tomada de preços, por experiência (já vivi várias vezes o problema), chega a 30 dias.

 

4º - Ora, a LEGISLAÇÃO, segundo minha ótica, deve ser COERENTE, tem que ter LÓGICA. Não entra na minha cabeça que uma PJ prestadora de serviços, fique com os serviços parados por 30 dias. É algo inconcebível.

MOACYR LUIZ DA SILVA.

 

Obs: Cansado de GOLPES, não vou me identificar, sabem a fonte de como entrar em contato comigo (até por telefone tenho meus receios).


 [M1]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

INSCREVA-SE NO CANAL



Desculpe, Sr. da esquerda....

  Em poucos dias do ano (2022), já tive dissabor com a ESQUERDA. Questão de alguns anos, estava em grupo que era para ser apenas sobre CULTU...