SEGUIDORES

GREVE CONTRA A GREVE



Nunca na história deste País” (espero que não me cobrem “direitos autorais” por esta frase – rsrsr), vimos tantas greves. Não sei se isto (greves) tem a ver com o “idealizador” desta frase (rsrsrsr), já que foi  líder sindical.

Brincadeiras a parte, o cidadão comum e empresários ficam reféns desses movimentos, principalmente quando se trata de greve nos setores públicos.

Não quero tirar o direito de reivindicação dos manifestantes, mas gostaria de fazer apenas uma pergunta aos “grevistas” (funcionários públicos):
Se vocês ganhassem a conta hoje, receberiam os salários e os benefícios iguais aos da iniciativa privada?

Além dos transtornos com contas a pagar (no caso de greve com os correios e com Bancos), SOBRA PARA O CONTRIBUINTE/DEVDOR/CONSUMIDOR a responsabilidade de correr atrás e achar uma maneira para pagar ou arcar com os acréscimos.

No caso da Previdência, os fiscais da Receita Federal estão atendendo precariamente, e, dependendo do assunto, tem que agendar, via internet, e hoje só se consegue para novembro, ou ir até a Receita Federal de madrugada (veja reportagem da globo de hoje 30/10/2008 no link abaixo), pois aqui em Curitiba estão distribuindo apenas 90 senhas por dia.

Em resumo, todos ficam reféns dessas greves e não se pode fazer nada. (SERÁ QUE  NÃO????)

É isto que quero propor: Vamos fazer GREVE CONTRA AS GREVES.
Achei uma maneira de o empresário FAZER A GREVE, isto vai depender do empenho das Associações Comerciais, Federações e órgãos afins, para mobilizar os empresários e contabilistas a deixarem de recolher impostos por dois meses (DESOBEDIÊNCIA CIVIL*). Quem sabe, assim tanto governo como funcionários públicos fiquem alertas e cientes de que a outra parte também pode se manifestar. É uma maneira de forçar o governo a equacionar de vez estes problemas com greves.
Nesta minha proposta, o empresário tem que estar ciente de que terá o ônus de pagar os acréscimos legais dos impostos. Mas, ficando o governo sem receber por dois meses, vai sentir que a população e empresas estão descontentes com esta situação, E TAMBÉM QUEREM SE MANIFESTAR E REIVINDICAR.

Era a “sugestão”

MOACYR LUIZ DA SILVA


Nenhum comentário:

Postar um comentário

INSCREVA-SE NO CANAL



A ÚLTIMA PALAVRA, SEMPRE É A MINHA...